A moda do mordomo pega na China

Por conta da alta procura por mordomos no país, a International Butler School abriu uma unidade em Chengdu

Por Redação Você S/A

Alunos da International Butler School: milionários contratam mordomos e criadas | <i>Crédito: Divulgação
Alunos da International Butler School: milionários contratam mordomos e criadas | Crédito: Divulgação
Por conta do sucesso da série Downton Abbey, que mostra a trajetória de uma aristocrática família inglesa e as peripécias de seus criados entre as décadas de 1910 e 1930, um modismo se espalhou no mercado chinês: a procura por mordomos e criadas.

Leia mais

Os milionários estão importando profissionais da Inglaterra, e os jovens orientais correm atrás de cursos profissionalizantes. A International Butler School, com sede na Holanda, abriu uma unidade em Chengdu, no sudoeste da China, e desenvolveu aulas especiais para esse público que aprende a polir prataria, a servir vinhos e a montar uma mesa de jantar. 

Depois de formados, os mordomos chineses ganham, em média, salários de 2 625 yuan (1 600 reais).



Esta matéria foi publicada originalmente na edição 211 da revista Você S/A com o título "A culpa é do mordomo"

Você S/A | Edição 211 | Fevereiro de 2016 


16/05/2016 - 09:00

Você S/A nas redes

Coleção CARAS